O enterro de Oberdan Bruno Cruz, assassinado na cidade de Santo André no ABC paulista na madrugada de segunda-feira, foi marcado por grande comoção. Desde a chegada de seu corpo na casa da família em Jijoca de Jericoacoara, até o momento do sepultamento no Cemitério São Francisco em Caiçara-Cruz, o que se viu foi quanto ele era querido por todos. Centenas de pessoas se fizeram presentes na igreja de Caiçara onde foi celebrado um ato religioso. No final foi lida uma mensagem e cantada a música “Amigos para sempre”, numa justa homenagem de seus amigos.
O cortejo até o cemitério foi acompanhado pelo hino do São Paulo, clube de seu coração.
Oberdan era filho de José Arteiro Cruz e de dona Júlia Maria da Silva Cruz. Era o filho mais novo de uma família de sete irmãos.

O jovem Oberdan Bruno Cruz, 24 anos, foi assassinado na madrugada da última segunda-feira. Segundo informações da polícia o principal suspeito de ter praticado o crime é um homem de 42 anos que trabalhava com a própria vítima numa pizzaria no bairro Jardim, região nobre de Santo André.

Amigos de trabalho dos dois garçons disseram à polícia que eles sempre tinham discussões, mas alegaram desconhecer o motivo que levou ao assassinato.

O suspeito estava de folga no domingo, mas teria telefonado para Oberdan Cruz e marcado uma conversa assim que ele deixasse o serviço.

Assim que saiu da pizzaria, por volta de meia noite e meia, a vítima e o colega de trabalho se encontraram e começaram a discutir, a poucos metros do estabelecimento.

Segundo testemunhas, os dois passaram a brigar e entraram em luta corporal. Nesse momento, Sebastião Sobrinho de Souza teria sacado uma arma – possivelmente um revólver calibre 38 – e atirado contra Oberdan.

O jovem foi atingido por pelo menos três tiros.

Segundo informações de pessoas ligadas à família o corpo deverá chegar hoje à noite e o sepultamento acontecerá no cemitério de Caiçara-Cruz-Ce.

Fonte:Caiçara on line